Você está visualizando atualmente Presidente da Petrobras afirma que guerra no Oriente Médio pode impactar preços dos combustíveis
Presidente da Petrobras afirma que guerra no Oriente Médio pode impactar preços dos combustíveis

Presidente da Petrobras afirma que guerra no Oriente Médio pode impactar preços dos combustíveis

O presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, abordou a questão da volatilidade nos preços do petróleo em decorrência da atual situação de conflito no Oriente Médio. Em uma coletiva de imprensa realizada nesta segunda-feira (9), Prates destacou que a guerra na região tem o potencial de provocar variações significativas nos preços do petróleo, o que pode afetar diretamente os preços dos combustíveis no Brasil.

O presidente enfatizou que a decisão sobre qualquer possível reajuste nos preços dos combustíveis depende do comportamento de cada um deles, especialmente a gasolina e o diesel. A incerteza nos mercados internacionais de petróleo, causada pela guerra, torna difícil prever como os preços dos derivados de petróleo irão se comportar nos próximos dias.

No entanto, Jean Paul Prates destacou que a política de preços adotada pela Petrobras, que também reflete a política de preços do país, pode demonstrar sua eficácia em momentos de crise como este. Ele afirmou que essa política de preços já mostrou sua capacidade de mitigar os efeitos das variações internacionais de preços, protegendo os consumidores brasileiros da volatilidade excessiva nos preços dos combustíveis.

“Na guerra, provavelmente vai ter aumento de volatilidade. [Haverá] variações muito especulativas em cima disso aí e [a situação] vai mostrar como é útil e como está dando certo a política de preços atual, pelo menos da Petrobras, como ela é capaz de mitigar um pouco esses efeitos”, afirmou o presidente da Petrobras.

Questionado sobre a possibilidade de a estatal evitar reajustes nos próximos dias, Jean Paul Prates explicou que a Petrobras já está fazendo o que pode para lidar com a situação e que não há medidas adicionais significativas a serem tomadas no momento.

A reprodução do conteúdo é permitida mediante a divulgação integral do URL https://economia24h.com.br/ como fonte. Não são permitidas abreviações ou variações. O não cumprimento desta diretriz poderá resultar em processos legais conforme previsto pela lei.

Economia 24h
Notícias e Análises Financeiras em Tempo Real

Instagram