Você está visualizando atualmente Brasil se torna a nona economia do mundo em 2023
Brasil se torna a nona economia do mundo em 2023

Brasil se torna a nona economia do mundo em 2023

Com previsão de crescimento de 3,1% no PIB, Brasil ultrapassará o Canadá e se tornará a nona maior economia global este ano, conforme relatório do Fundo Monetário Internacional.

Em um anúncio surpreendente nesta terça-feira (19), o Fundo Monetário Internacional (FMI) revelou que o Brasil está prestes a saltar duas posições no ranking das maiores economias do mundo em 2023, alcançando o nono lugar. Com uma previsão de crescimento de 3,1% no Produto Interno Bruto (PIB) neste ano, o país superará o Canadá e encerrará 2023 com um PIB nominal de US$ 2,13 trilhões, de acordo com as estimativas do FMI.

No ano anterior, o Brasil ocupava a 11ª posição, e agora, graças ao robusto crescimento econômico projetado, está prestes a entrar no seleto grupo das dez principais economias globais. O relatório Perspectiva Econômica Mundial, lançado em outubro, foi a base para essas projeções otimistas, que apontam não apenas um avanço significativo no ranking, mas também um possível salto adicional para a oitava posição até 2026, com um PIB estimado em US$ 2,476 trilhões.

Segundo o FMI, os Estados Unidos, China e Alemanha permanecerão como as maiores economias do mundo em 2023. No entanto, a instituição projeta uma desaceleração global, prevendo um crescimento de 3% este ano, em comparação com os 3,5% registrados em 2022. Para 2024, a estimativa é uma expansão global de 2,9%.

As projeções para o Brasil em 2024 variam entre instituições. Enquanto o FMI prevê um crescimento de 1,5%, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) estima uma expansão de 1,8%, e o Ministério da Fazenda projeta um crescimento mais robusto, alcançando 2,2%.

Confira abaixo o ranking das dez maiores economias do mundo em 2023, de acordo com as projeções do FMI:

  1. Estados Unidos – US$ 26,95 trilhões
  2. China – US$ 17,7 trilhões
  3. Alemanha – US$ 4,43 trilhões
  4. Japão – US$ 4,23 trilhões
  5. Índia – US$ 3,73 trilhões
  6. Reino Unido – US$ 3,33 trilhões
  7. França – US$ 3,05 trilhões
  8. Itália – US$ 2,19 trilhões
  9. Brasil – US$ 2,13 trilhões
  10. Canadá – US$ 2,12 trilhões

Este avanço notável coloca o Brasil em destaque no cenário econômico global, consolidando sua posição entre as principais potências econômicas do mundo em constante evolução.

A reprodução do conteúdo é permitida mediante a divulgação integral do URL https://economia24h.com.br/como fonte. Não são permitidas abreviações ou variações. O não cumprimento desta diretriz poderá resultar em processos legais conforme previsto pela lei.

Economia 24h
Notícias e Análises Financeiras em Tempo Real

Instagram