Você está visualizando atualmente Claudia Goldin recebe o Prêmio Nobel de Economia 2023
Claudia Goldin recebe o Prêmio Nobel de Economia 2023

Claudia Goldin recebe o Prêmio Nobel de Economia 2023

Nesta segunda-feira, dia 9 de outubro de 2023, a historiadora de economia norte-americana Claudia Goldin foi agraciada com o Prêmio Nobel de Economia, um dos mais prestigiados reconhecimentos acadêmicos do mundo. A Academia Real Sueca de Ciências anunciou que Goldin foi laureada por seu impactante trabalho que avançou significativamente nossa compreensão dos resultados do mercado de trabalho das mulheres.

O Prêmio Nobel de Economia, formalmente denominado Prêmio Sveriges Riksbank em Ciências Econômicas em Memória de Alfred Nobel, é o último a ser concedido este ano e está avaliado em 11 milhões de coroas suecas, o equivalente a cerca de 999.137 dólares americanos.

“A laureada deste ano em Ciências Econômicas, Claudia Goldin, forneceu o primeiro relato abrangente dos rendimentos das mulheres e da participação no mercado de trabalho ao longo dos séculos”, afirmou a entidade em seu comunicado oficial. “Sua pesquisa revela as causas das mudanças, bem como as principais fontes das disparidades de gênero no mercado de trabalho.”

Este reconhecimento histórico faz de Claudia Goldin apenas a terceira mulher a receber o Prêmio Nobel de Economia desde a sua criação. O prêmio de Economia não fazia parte dos prêmios originais estabelecidos no testamento do inventor e empresário Alfred Nobel, mas foi adicionado posteriormente e financiado pelo banco central da Suécia em 1968. O primeiro prêmio de Economia foi concedido no ano seguinte e reconheceu a importância do campo na sociedade.

Goldin agora se junta a uma lista distinta de vencedores anteriores, que incluem renomados pensadores e acadêmicos, como Friedrich August von Hayek, Milton Friedman e, mais recentemente, o economista norte-americano Paul Krugman.

No ano passado, um trio de economistas norte-americanos, incluindo o ex-presidente da Reserva Federal, Ben Bernanke, foi agraciado com o prêmio por sua pesquisa sobre como a regulamentação bancária e o apoio aos credores em situação de falência com fundos públicos podem prevenir crises econômicas mais profundas, como a Grande Depressão dos anos 1930.

No entanto, assim como em outros campos, a maioria dos prêmios de Economia foi historicamente concedida a homens. Claudia Goldin se une a um seleto grupo de mulheres que receberam essa honra, juntamente com Elinor Ostrom, em 2009, e Esther Duflo, uma década depois.

O reconhecimento de Claudia Goldin destaca a importância de seu trabalho na compreensão das complexas dinâmicas do mercado de trabalho feminino e promove um avanço significativo na igualdade de gênero no campo da economia. Sua pesquisa é um testemunho da necessidade contínua de abordar questões de gênero em todas as disciplinas acadêmicas e de promover a diversidade e a inclusão em prêmios acadêmicos de alto prestígio. Claudia Goldin é, sem dúvida, uma inspiração para futuras gerações de economistas e pesquisadoras.

A reprodução do conteúdo é permitida mediante a divulgação integral do URL https://economia24h.com.br/ como fonte. Não são permitidas abreviações ou variações. O não cumprimento desta diretriz poderá resultar em processos legais conforme previsto pela lei.

Economia 24h
Notícias e Análises Financeiras em Tempo Real

Instagram