Você está visualizando atualmente Dólar abre em alta devido a tensões globais e Ibovespa opera em queda
Ibovespa ultrapassa os 124 mil pontos impulsionado pelo desempenho positivo das varejistas; dólar registra queda

Dólar abre em alta devido a tensões globais e Ibovespa opera em queda

O dólar abriu em alta nesta sexta-feira, dia 20 de outubro de 2023, refletindo um aumento da aversão aos riscos que impacta os mercados em nível global. Vários fatores estão contribuindo para esse cenário, com investidores acompanhando de perto a evolução dos eventos nos Estados Unidos e no Oriente Médio.

Tensões com as Taxas de Juros nos Estados Unidos

Uma das principais preocupações dos investidores é o rumo das taxas de juros nos Estados Unidos, que já atingiram o maior patamar em duas décadas e continuam em alta. Essa escalada nas taxas de juros pode ter implicações significativas nos mercados globais, afetando o fluxo de capitais e o valor das moedas estrangeiras. Às 10h45, o dólar registrava uma alta de 0,16%, sendo cotado a R$ 5,0612.

Na quinta-feira, a moeda norte-americana fechou o dia praticamente estável, com uma leve baixa de 0,02%, sendo vendida a R$ 5,0529. No entanto, ao longo do dia, houve oscilações consideráveis. Com esse desempenho, o dólar acumula:

  • Queda de 0,70% na semana.
  • Alta de 0,52% no mês.
  • Recuo de 4,26% no ano.

Impacto do Conflito Israel-Hamas no Oriente Médio

Outro fator que está pesando sobre os mercados é a guerra em curso entre Israel e o grupo Hamas, que já atinge o 14º dia e está gerando aumento das tensões no Oriente Médio. Isso afeta diretamente o preço do petróleo, que está em alta devido à instabilidade na região. O aumento no preço do petróleo tem implicações significativas para a economia global, especialmente para países que dependem desse recurso.

Desempenho do Ibovespa

O Ibovespa, principal índice acionário da bolsa de valores brasileira, a B3, opera em queda nesta sexta-feira, caindo 0,40% e atingindo 113.554 pontos às 10h45.

Neste mesmo horário, as ações da Vale, a empresa com maior peso na composição do índice, estavam recuando mais de 2%. Isso ocorre em meio à desvalorização do minério de ferro no mercado internacional. A queda do minério de ferro reflete perspectivas pessimistas para a economia chinesa, que é o maior consumidor global desse recurso.

Na quinta-feira, o Ibovespa fechou com uma baixa de 0,05%, atingindo 114.004 pontos, após oscilações significativas. Com esse desempenho, o índice acumula:

  • Queda de 1,51% na semana.
  • Recuo de 2,20% no mês.
  • Ganho de 3,89% no ano.A reprodução do conteúdo é permitida mediante a divulgação integral do URL https://economia24h.com.br/como fonte. Não são permitidas abreviações ou variações. O não cumprimento desta diretriz poderá resultar em processos legais conforme previsto pela lei.

    Economia 24h
    Notícias e Análises Financeiras em Tempo Real

    Instagram